Sinais de apraxia da fala em crianças: Saiba quando procurar um especialista!

Sinais de apraxia da fala em crianças: Saiba quando procurar um especialista!

sinais de apraxia da fala na infância!

 Aproveitando que essa semana tivemos o dia mundial de conscientização da Apraxia da Fala na Infância (AFI), resolvemos fazer esse artigo falando sobre os sinais de apraxia da fala, afinal esse transtorno não é tão conhecido quanto deveria ser. 

Muitas pessoas aqui no Brasil não fazem ideia do que se trata esse transtorno, e isso é muito ruim para as crianças que têm essa condição, porque com a falta de informação elas ficam cada vez mais distantes de um diagnóstico correto e intervenção adequada. 

Para se ter ideia, ainda é muito comum que crianças que ainda não falam aos 2/3 anos e que apresentam dificuldades e outros sintomas relacionados, receberem diagnóstico de autismo ou atraso de linguagem, quando na verdade se trata de Apraxia.

Então, está aqui porque percebeu que seu filho ou aluno está com dificuldade para desenvolver a fala, ou até se a criança recebeu recentemente um diagnóstico de TEA (transtorno do espectro autista) ou atraso na fala, te aconselho que continue essa leitura.

Conheça os sinais de apraxia da fala na infância, o que é esse transtorno e quando procurar um profissional para uma avaliação.

O que é apraxia da fala na infância?

 Apraxia da fala infantil é um distúrbio neurológico motor que dificulta a emissão de sons, sílabas e palavras. Apesar de afetar a motricidade, a dificuldade não tem nada a ver com músculos fracos ou reflexos alterados. 

 O que acontece na AFI é que o cérebro da criança possui dificuldades para planejar e enviar os comandos necessários para movimentar o aparelho fonador corretamente, o que dificulta a emissão dos sons desejados. 

Por isso podemos dizer que a apraxia da fala infantil é uma desordem neurológica em que a criança pode ter dificuldades, por exemplo, para movimentar a língua, lábios e mandíbula para o lugar certo durante a emissão de sons, mesmo que não haja nada de errado com os músculos envolvidos neste processo.

Uma criança que possui AFI entende o que está sendo falado, e sabe o que quer falar, mas na hora de produzir os sons o corpo não se movimenta de acordo, como se o cérebro estivesse desconectado do aparelho fonador.

Conheça os sinais de apraxia da fala na infância!

 Cada criança é única e possui suas próprias formas de expressar sinais de apraxia da fala infantil, isso quer dizer que nem sempre ela vai apresentar todos os sintomas que vamos citar a seguir.

 Pessoas com AFI podem manifestar as dificuldades nos movimentos necessários para a fala de diferentes formas e graus:

Enquanto para alguns pode ser difícil  mover a mandíbula, para outros pode ser inviável movimentar os lábios, e ainda assim não ter nenhum problema na movimentação da língua, por exemplo.

Essa subjetividade também é um dos fatores que dificultam a compreensão e diagnóstico do transtorno, por isso é muito importante procurar profissionais especializados e bem treinados. 

O primeiro passo para levantar a possibilidade de uma criança ter apraxia é observar os seguintes sinais:

Sinais de Apraxia em crianças pequenas

  • Bebês muito ‘quietinhos’; 
  • Não balbuciam muito;
  • Primeiras palavrinhas, mesmo as simples como mamá e papá, vem bem mais tarde; 
  • Podem emitir apenas alguns sons, sílabas, vogais ou consoantes mais fácies, ex: bola se transforma em O-A;
  • Podem colocar longas pausas entre os sons;
  • Toda criança tenta simplificar as palavras quando está adquirindo a fala, mas bebês com apraxia fazem isso com mais frequência;
  • Podem ter problemas com alimentação e mastigação.

Apraxia da fala em criança mais velha

  • Compreende bem o que é falado e sabe o que quer dizer, mas tem dificuldade em falar;
  • Comete erros com os sons da fala, não necessariamente com os mesmos sons;
  • Pode ter dificuldade em fazer seus lábios, língua e mandíbula trabalharem juntos na emissão da fala;
  • Em falas longas, escolhe palavras e frases mais curtas e simples; 
  • Pode se sentir ansioso e frustrado ao tentar falar, e isso pode tornar ainda mais difícil emitir sons e palavras;
  • Os ouvintes têm dificuldade em compreender o que essa criança está falando, ainda mais em primeiros contatos;
  • Sua fala pode parecer agitada e ele pode enfatizar sílabas ou palavras erradas;
  • Nem sempre falam a mesma palavra da mesma maneira e podem cometer erros diferentes no mesmo som;
  • Apresentam dificuldade em imitar o que os outros dizem, mas se saem melhor no diálogo se receberem ajuda.

Outros sinais de apraxia

  • Crianças com apraxia podem apresentar Atraso no desenvolvimento da linguagem;
  • Pode ser difícil para elas memorizar e organizar as palavras; 
  • Dificuldades com o movimento motor fino (coordenação);
  • Muita ou pouca sensibilidade na boca, por exemplo, pode não gostar de comer alimentos crocantes como pipoca, ou não conseguir identificar uma textura quando colocada na boca;
  • Em decorrência a essas dificuldades, crianças com apraxia da fala podem ter dificuldade em aprender a ler, escrever e soletrar.

Quando procurar um profissional? Diagnóstico e tratamento para apraxia da fala na infância

 Se você identificar os sinais de apraxia da fala em uma criança é hora de procurar um profissional para uma avaliação, mas lembre-se: Crianças com AFI não tem problemas auditivos e também não apresentam nenhum déficit neuromuscular (reflexos anormais, tônus alterado etc).

Então, para é importante descartar essas possibilidades, especialmente em bebês, quando ainda não se tem essa informação, pode-se fazer isso em consulta ao otorrinolaringologista e pediatra.

 Com a certeza de que criança escuta bem e não tem problema algum nos músculos do aparelho fonador, o aconselhado é que os pais procurem um profissional fonoaudiólogo, com as devidas certificações e especializações para realizar a avaliação e, se for o caso, o tratamento.

Nós vimos nesse artigo que existem muitos casos de crianças que recebem um diagnóstico incorreto, sendo classificadas como autistas ou com atraso na fala. Isso é prejudicial pois os estímulos necessários para o desenvolvimento da fala na AFI são específicos.

Criança com apraxia consegue desenvolver a fala?

Muitos pais se perguntam se seus filhos vão falar normalmente no futuro, como já dissemos cada criança é única e apresenta diferentes sinais de apraxia da fala infantil, da mesma forma cada indivíduo responde de um jeito às intervenções, então não podemos generalizar.

 O que podemos afirmar com certeza é que algumas coisas podem ajudar:

  • Apoio familiar;
  • Intervenção adequada;
  • Método de tratamento ideal;
  • Diagnóstico precoce;
  • Experiência do profissional responsável.

Unindo todos esses fatores é possível que a criança tenha um bom desenvolvimento da fala, elevando a qualidade da sua comunicação e consequentemente sua qualidade de vida.

 Aqui na Alphafono temos uma equipe multidisciplinar especializada em casos de Apraxia da fala infantil e outros transtornos da fala e linguagem em crianças. 

Se você quiser saber mais sobre nossos atendimentos, ou quiser tirar alguma dúvida sobre esse tema, entre em contato pelo whatsapp (11) 9 9460 8548 e vamos bater um papo, será um prazer te ajudar. 

Qual a sua opinião