Treino de habilidades sociais em grupos, conheça os benefícios.

Treino de habilidades sociais em grupos, conheça os benefícios.

treino de habilidades sociais em grupos

Comunicar-se, fazer novos amigos, se relacionar com as pessoas, fazer parte de um grupo. Quem não gosta disso?

Na verdade, não é só questão de gostar, sociabilizar é uma necessidade vital do ser humano, e para tudo isso é necessário desenvolver, ainda na infância, as habilidades sociais.

Todos nós precisamos disso para nos sentirmos mais seguros, amados e confiantes. Quando as nossas habilidades sociais não se desenvolvem, por algum motivo, muitas dificuldades podem aparecer no caminho.

Por isso, pais e professores estão se preocupando cada vez mais com o déficit de habilidades sociais em crianças e adolescentes.

A boa notícia é que, é possível estimular seu desenvolvimento, tanto em pessoas neurotípicas quanto em indivíduos que possuem transtornos, direta ou indiretamente, ligados ao comportamento.

É sobre isso que vamos falar hoje, como a equipe multidisciplinar atua em pequenos grupos para estimular as habilidade sociais de crianças que precisam dessa ajuda?

O que são habilidades sociais e qual a importância de desenvolvê-las?

Habilidades sociais são comportamentos necessários para a construção de relações interpessoais.

É a capacidade de lidar com pensamentos e sentimentos, e se expressar com coerência em diferentes situações e culturas, com usando gestos e linguagem corporal adequada.

São extremamente necessárias para desenvolver relacionamentos, expressar emoções, interagir e comunicar, verbal ou não verbalmente. Algumas delas são:

  • cooperação;
  • comunicação;
  • empatia;
  • demonstração de gratidão;
  • respeito ao próximo;
  • autocontrole.

Podemos citar exemplos desses comportamentos, tanto no relacionamento com os colegas, quanto com os familiares:

O ato de cumprimentar, elogiar, iniciar conversas, oferecer ajuda; todas as atitudes ligadas à humor, regras, limites; se segue instruções durante a realização de atividades, se colabora e consegue trabalhar em equipe; se comportar-se de acordo com o esperado, entre outros. (Del Prette & Del Prette, 2005)

 Acontece que nem todos conseguimos desenvolver essas habilidades na mesma intensidade, e por isso profissionais começaram uma investigação profunda de como acontecem as relações interpessoais.

Esses déficits,  relacionados ao desenvolvimento social, podem acontecer com qualquer pessoa, no entanto, é inegável que em crianças que possuem algum transtorno, especialmente aqueles que afetam o comportamento- como autismo- o desafio é ainda maior.

Crianças com dificuldades no desenvolvimento das habilidades sociais, podem encontrar muitos obstáculos em seus relacionamentos durante a vida adulta.

O que pode desencadear diversos problemas no âmbito familiar e profissional, como insegurança, baixa autoestima e dificuldades de comunicação.

Mas existe uma forma de ajudá-las?

Quando e como começar o treino de habilidades sociais?

A fase da infância é o melhor momento para estimular as habilidades sociais através de treinamento especializado, pois é nessa etapa da vida que são desenvolvidas. 

Aliás, quanto antes observarmos essa necessidade melhor será, pois menores os danos no decorrer da vida adulta deste indivíduo. 

Assim como aspectos cognitivos podem ser estimulados, profissionais especializados possuem a base necessária para realizar estímulos sociais nessas crianças, e melhor ainda, podem ser feitos de forma simultânea.

Mas como identificar que uma criança está precisando dessa ajuda? Um ponto a se observar é como ela interage com a família, com colegas da escola e se ela executa bem os comportamento que citamos no tópico anterior.

Pode ser mais fácil observar e identificar o déficit em crianças que possuem transtornos, mas caso haja alguma dúvida, você sempre pode procurar um profissional para auxiliá-lo com isso.

O profissional recomendado a princípio é o psicólogo, ele irá conduzir uma intervenção de estímulo das habilidades sociais com uma equipe multidisciplinar.

Uma forma interessante de realizar esses estímulos é a intervenção em pequenos grupos, vamos ver como funciona?

Treino de habilidades sociais em pequenos grupos

A intervenção feita em pequenos grupos, traz diversos benefícios para a criança, pois possibilita maior interação entre os participantes, assim como a observação e orientação mais assertiva do profissional ou da equipe multidisciplinar. 

O terapeuta definirá se o grupo será homogêneo ou heterogêneo, e depois definirá as atividades a serem aplicadas, tudo com cara de uma grande brincadeira, de forma que seja o mais confortável e natural possível para a criança.

Existem diversas atividades que podem ser conduzidas para desenvolver as habilidades sociais das crianças, mas o verdadeiro ganho está na troca entre os participantes, o que é de extrema importância. 

A criança tem até mesmo a possibilidade de fazer novos amigos. Um ajuda o outro nas atividades, desenvolvendo o trabalho em equipe e a comunicação. 

Durante essa interação o profissional pode observar como o pequeno se comporta, identificando com maior assertividade os comportamentos inadequados que merecem atenção. 

Essa é uma das melhores maneiras de estimular o desenvolvimento de habilidades sociais, é como reorientar a percepção do pequeno usando uma amostra real de um grupo, para que ele consiga expandir isso para toda a vida.

Assim, podemos mensurar os resultados com mais precisão entendendo quais estímulos farão mais sentido para cada criança, lembrando que cada caso é único e mesmo em grupo isso não deixa de ser levado em consideração.

A participação e o reforço dos pais, dada em casa, é de grande importância neste processo.

Como os pais podem ajudar em casa?

Vamos ver algumas dicas:

  • Em casa, os pais podem interagir com a criança, sempre incentivando que ela esteja com amigos e desencorajando brincadeiras solitárias.
  • Sempre incentive e estimule bons comportamentos, elogiando e ensinando com calma e cuidado novas habilidades
  • Converse sempre com a criança, proponha novas brincadeiras e atividades.
  • Sempre que possível, inclua outras crianças no ambiente do seu filho, como primos e amiguinhos.
  • Crie limites para que a criança não fique sempre com o mesmo brinquedo ou brincadeira, estimule a criatividade e sempre que possível participe das atividades.
  • sempre incentive a criança a compartilhar, crie situações para que ela desenvolva essa habilidade e observe como ela se comporta.

Claro que, durante o acompanhamento, a equipe multidisciplinar dará orientações mais direcionadas aos pais, de acordo com o caso de cada criança.

Com o treinamento das habilidades sociais, criamos base para o desenvolvimento cognitivo, comunicação eficaz, sucesso acadêmico e profissional, além da possibilidade de surgimento de amizades estabelecidas e mantidas ao longo da vida adulta.

Importante para a criança, importante pra você!

É isso, o treino de habilidades sociais gera diversos benefícios para nossas crianças, e não somente para elas, mas para toda a família e pessoas que fazem parte do convívio do pequeno.

Durante a vida adulta, os comportamentos sociais serão primordiais para aumentar as perspectivas de carreira, inteligência emocional e ter mais felicidade e realização pessoal.

Pais, professores e profissionais da área podem e devem ajudar os pequenos ainda na infância, e para isso existem os grupos de intervenção..

Aqui na Alphafono, nós realizamos a treino de habilidades sociais em pequenos grupos, com equipe formada por psicólogo, psicoterapeuta, fonoaudióloga e educador físico. Quer conhecer melhor o nosso trabalho ou ficou com alguma dúvida sobre este tema? Comente aqui embaixo ou entre em contato conosco pelo Whatsapp 11.994608548


Você pode interessar por este artigo também: Sinais de Autismo: Como identificá-los em bebês a partir de 8 meses!

Qual a sua opinião