Pet terapia: Como a interação com os animais ajuda no desenvolvimento de crianças com autismo!

Pet terapia: Como a interação com os animais ajuda no desenvolvimento de crianças com autismo!

Pet terapia: Como a interação com os animais ajuda no desenvolvimento de crianças com autismo!

Que os animais são os melhores amigos do homem você já sabe, mas e sobre a pet terapia, já ouviu falar?

A Terapia assistida por animais é utilizada em diversos casos, seja com idosos, pessoas especiais, tratamento da ansiedade e até depressão.

A evidência do poder terapêutico dos animais é comprovada por estudos e, assim como nos casos acima, crianças com autismo ou com dificuldade de desenvolvimento, podem se beneficiar dos efeitos positivos da pet terapia.

É sobre isso que falamos no artigo de hoje, vamos conhecer melhor os benefícios da pet terapia, como ela funciona e por que faz tão bem para a maioria das crianças!

Vamos lá?! 

O que é Pet terapia?

A Pet terapia é um modo estratégico de interação entre crianças e animais, onde o bichinho é o principal agente da terapia e um profissional especializado atua na condução dos estímulos e análise dos resultados. 

Vale ressaltar que a pet terapia não é uma solução que atua sozinha, ela traz resultados em conjunto com a abordagem escolhida para a intervenção, por isso dizemos que a TAA é uma terapia de apoio.

 Profissionais e pais devem também observar a sensibilidade e a dinâmica de cada criança, levando sempre em consideração a individualidade de cada um, que é o que sempre dizemos: o que funciona para um não necessariamente irá funcionar para o outro.

Mas no geral, os resultados apresentados com a Pet terapia costumam ser satisfatórios e estudos afirmam que crianças autistas, com dificuldades de aprendizagem ou com outros transtornos, podem desenvolver melhor diversas habilidades com a interação com animais.

Quais são os benefícios da Terapia assistida por animais?

 Um estudo publicado pelo Journal of Pediatric Nursing levantou informações sobre a interação de crianças com autismo e animais de estimação: 

Das famílias participantes da pesquisa, dois terços afirmaram ter cães. Desses, 94% disseram que a criança estava fortemente ligada ao animal. Mesmo nas famílias sem cães, 7 em 10 pais disseram que seus filhos gostam de interagir com cachorros.

De fato, a Pet terapia traz diversos benefícios para crianças, principalmente a melhora na cognição, fala, socialização, autoestima, autocuidados, desenvolvimento físico, entre outros.

Leia sobre autismo para entender melhor este assunto: Sinais de Autismo, como identificá-los em bebês a partir de 8 meses!

Crianças com autismo, por exemplo, têm uma grande dificuldade em “olhar o mundo” à sua volta, a interação com os animais é um caminho para que o profissional possa acessá-la para estimular esse olhar.

E os benefícios não são apenas para autistas, a TAA beneficia crianças com dificuldades no desenvolvimento em geral, sejam cognitivos, emocionais e/ou sociais.

Um dos principais efeitos da terapia com os animais para crianças com dificuldades no desenvolvimento sem dúvidas é o apoio emocional que elas recebem dos animaizinhos, que desencadeia autoconfiança, alívio da ansiedade, e consequentemente o desenvolvimento de diversas habilidades sociais.

Sobre os animais

A Terapia assistida por animais pode ser feita com diversos bichinhos, mas para crianças os mais frequentes são cachorros e cavalos, com os cãezinhos liderando o ranking.

Muitas famílias questionam se os animais domésticos também podem ser terapeutas, na verdade já são, por eles as crianças desenvolvem afeto, familiaridade, amizade e diversos sentimentos extremamente benéficos.

Por isso, é saudável que os pais incentivem a interação entre elas e os pets de casa, até porque a criança estará em contato com o animal com maior frequência do que na terapia em clínica.

No entanto, é importante entender que a terapia se trata de um contexto completamente diferente. Não consiste em uma interação aleatória entre animal e criança, mas sim em algo estratégico com a ação de profissionais e a análise profunda do comportamento, muito importante para estabelecer metas e estímulos necessários para o desenvolvimento.

Por isso a delta society, uma organização sem fins lucrativos australiana que trabalha diretamente com pet terapia, dividiu em duas classes as interações entre homem e animal.

AAA: Atividade assistida por animais – onde a interação tem o simples propósito de recreação e entretenimento

TAA: Terapia assistida por animais- onde o analista do comportamento insere o animal no contexto da terapia para estimular o desenvolvimento da criança.

Por isso, mesmo que o animal doméstico possa sim ajudar no desenvolvimento da criança, é importante entender que os ganhos com a terapia podem ser diferentes.

Além disso, adotar um cãozinho, ou qualquer outro pet, é uma grande decisão para a família, é um compromisso a longo prazo. Por isso pense bem! Ter um Pet é tudo de bom, mas é uma grande responsabilidade.

Onde encontro Pet terapia?

Hoje em dia, muitas clínicas trabalham com a Pet terapia, a Alphafono, clínica fonoaudiológica aqui em Alphaville, é uma delas. Aliás, estamos impressionados com os resultados em nossos pacientes!

 Nossa terapia é feita com cachorro, dois cachorros que se revezam entre si. Os animais são treinados pelo Preparador Físico e mestre em Motricidade Humana, Ronaldo Finotti, que participa com outros profissionais das sessões nos auxiliando no contato com a criança.

Os animais são extremamente dóceis e experientes em pet terapia, por isso, se a criança ficar com medo do bichinho os pais não precisam se preocupar, pois isso também é trabalhado nas sessões e aos poucos ela começará a sentir segurança, autonomia e outros fatores importantes.

Durante a terapia a criança interage com o cãozinho e sai da zona de conforto, se aproximando, fazendo carinho e alimentando o animal. Assim se beneficia dessa interação para o seu desenvolvimento.

Essa é a Cacau, uma das nossas Pet terapeutas aqui da clínica! 💙

Ah e pode ficar tranquilo, os animais são muito bem cuidados também. Existem leis que protegem e regulamentam a atuação dos pets na terapias.

Então é isso, esse foi o tema de hoje do nosso blog, espero que você tenha gostado. Ficou com alguma dúvida ou quer saber mais sobre Terapia Pet? Deixe o seu comentário, será um prazer te responder.

Para consultas ou dúvidas sobre atendimentos você pode entrar em contato no whatsapp +55 11 99460-8548.

Leia Também: Conheça os benefícios da Terapia Lego para crianças com autismo!

Qual a sua opinião